quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Quem Pode Interpretar a Bíblia?



Quem Pode Interpretar a Bíblia? É uma pergunta importante, você não acha? A maioria das pessoas aceita que a Bíblia é a Palavra de Deus dada ao homem. Na Bíblia encontramos a mensagem de Deus aos habitantes deste mundo atribulado, pecaminoso e perdido. Você não gostaria de saber por si mesmo o que diz a Palavra de Deus? Bem, precisamos considerar o seguinte: Podemos ler a Bíblia e compreender sua mensagem? Com base na autoridade das Escrituras, acreditamos que Deus espera que leiamos e compreendamos a Bíblia, como explicamos no artigo abaixo.

Mas, agora vamos estudar: O que diz Roma?

“A tarefa de interpretar corretamente a Palavra de Deus foi confiada unicamente ao Magistério da Igreja, isto é, ao papa e aos bispos que estão em comunhão com ele.” (Catecismo, pg 30, parágrafo 100).

De acordo com Roma, somente o papa tem a capacidade de interpretar a Palavra de Deus. Ela também diz que “os bispos em comunhão com ele (o papa)” podem compreender a Bíblia. Basicamente, isso significa que enquanto os bispos estiverem concordando com o que o papa diz, também podem compreender a mensagem de Deus.

Isso me faz lembrar da minha infância, quando brincava com meu irmãozinho. Sempre que ele ganhava um novo brinquedo, eu me recusava a brincar com ele, a não ser que me permitisse usar o brinquedo. O papa faz uma afirmação similar aqui. “… aos bispos que estiverem em comunhão com ele…” Enquanto os bispos concordarem com ele, também poderão brincar. Agora não sinto orgulho do modo como tratava meu irmão, mas deixei os modos de criança quando amadureci. Infelizmente, a Igreja Católica mantém a mesma mentalidade que eu tinha na infância. “Você só poderá brincar comigo se aceitar que sou o único que tem razão!”

Por que o Catecismo faria esse tipo de afirmação? “A tarefa de interpretar a Palavra de Deus autenticamente foi confiada unicamente ao papa.” Bem, se você ler a Bíblia e ela discordar dos ensinos de Roma, a Igreja Católica o fará acreditar que não tem a capacidade de compreender aquilo que leu. Assim, ela pode justificar suas muitas falsas doutrinas.

É muito importante identificar esse ensino da Igreja Católica como falso. Deus nos deu sua Palavra escrita para que possamos estudá-la e receber instrução pessoal. Pela Palavra de Deus testamos aquilo que é verdadeiro ou falso. É pela Palavra de Deus que os falsos ensinos são expostos. A própria Bíblia recomenda: “Amados, não creias a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.” [1 João 4:1] Acredito que um dos modos mais importantes de sabermos o que é verdadeiro e falso é compreendendo a verdade clara de Deus encontrada na Bíblia. A Palavra de Deus é uma luz que manifesta o que é verdadeiro e expõe o que é falso.

Agora, faça a seguinte pergunta a si mesmo, “Quem jugará a humanidade no Dia do Juízo Final?” A resposta, com a qual todos os cristãos concordam, é Jesus Cristo. Ouça as próprias palavras de Jesus: “E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo.” (João 5:22) Portanto, precisamos examinar a base pela qual Jesus Cristo julgará todo homem, toda mulher e toda criança. Qual é a base para o julgamento?

“E a condenação é esta: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.” [João 3:19]

Finalmente, considere as palavras de Jesus sobre a luz espiritual: “Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!” [Mateus 6:23]

O que Jesus disse aqui é, “Se o órgão que te dá a capacidade de ver a luz, estiver em trevas [cego], então você realmente estará em grandes trevas.”

Nos próximos artigos, demostraremos que a “luz” do Catolicismo Romano é o mesmo paganismo da antiguidade, e que toda a estrutura da Igreja está repleta de trevas espirituais, em vez da Luz da Palavra, sobre a qual ela afirma deter o monopólio.

Lembre-se, esta discussão é muito importante, pois sua alma eterna é que está em jogo.

2 comentários:

Juber Donizete Gonçalves disse...

Marcos,

Vejo hoje, alguns católicos carismáticos lendo a Bíblia, mas só podem ler sob as lentes papistas, com a interpretação da Tradição da Igreja. Um dos grandes méritos da Reforma Protestante, foi justamente quando Lutero pôs a Bíblia na mão do povo, traduzindo ela na Alemanha, para a língua alemã. Parabéns pela postagem.

Graça e Paz,

Juber

Marcos disse...

Paz Juber e Verdade mais infelizmente muitos usam essa ferramenta de libertação e edificação para interesses próprios caso a parte vemos igrejas que criam santos de pau e gesso para substituir Jesus e homens que criam heresias como teologias de prosperidade ou teologias de substituição para afastar o povo do Caminho de Jesus.

Paz de Cristo